Arquivos do Blog

A Piranha da Hora.


O Desafio dessa semana foi enviado pelo leitor Adolfo Pacheco de São Paulo.

Diz o amiguinho:

-“Manel, qual sua opinião sobre as revistas Gata da Hora com suas manchetes doidas e fantasias mais doidas ainda?”

Pra quem não conhece, a Gata da Hora é uma revistinha <sarcasmo>Sueca feita no Brasil </sarcasmo>, onde o tema é invariável: duas gostosas realizando fantasias daquela galerinha adolescente que precisa de ajuda para encher de vida os azulejos do Rio de Janeiro.

A Gata da Hora começou como um suplemento do jornal meia hora, e fez muito sucesso nos banheiros dos canteiros de obra do estado, uma vez que os operários podiam tocar uma com o encarte e depois limpar a bunda com o resto do jornal. O inconveniente era sair do banheiro com o nome da Dilma Rousseff estampado na bunda.

Com o tempo, a direção do jornal percebeu sua vocação para a putaria e manteve a sessão gata da hora do jornal (em geral com as leitoras mais desinibidas), mas também começou a editar a tal revistinha. Como no nosso maravilhoso estado o que não falta é puta digo, modelo, a revista apresenta uma excelente seleção de gostosas, belos espécimes da fauna de piranhas cariocas, sempre brincando com o imaginário masculino.

Entre as minhas preferidas estão: “As Jogadoras” com Marina Fiacadore (linda bunda) e Fabrizia Magalhaes, “As Faxineiras” com Catia Carvalho e Lana Toledo e eliminando o preconceito com as classes menos abastadas, por que não citar “As Funkeiras” com Daina, Rosângela e Lana (uma excelente edição tripla).

Os principais atrativos do encarte e da revista são baixo preço (R$ 3,80 até o momento deste post), tirar onda que é intelectual e lê jornal e no caso dos pré-adolescentes que não podem adquirir sacanagem na banca de jornal, a desculpa de -“Seu Manel, me dá o jornal do me pai, mas ele pediu com o encarte.” e levar a diversão direto para lavatório.

Uma das coisas que acredito que ajude a manter os custos da revista baixos, é que devido a alta circulação do jornal as putas digo, modelos, devem cobrar baratinho (se é que cobram) pra aparecer no encarte afinal a propaganda é a alma do negócio. Talvez role até uma promoção no programa pros editores.

O exemplar nas bancas até o momento deste post é “As Pintoras” com Maíra kraemer e Jaqueline Kiasy. Poderia botar alguns links aqui pra vocês darem uma olhada nas revistas, mas vamos combater a pirataria galera.

Alem do mais se tu não tem R$ 4,00 pra comprar a revista, para de pensar em sacanagem e vai trabalhar porra!

É isso, e continuem mandando os seus desafios pelos comentários do blog.

%d blogueiros gostam disto: