A Maçã é para poucos.


Mais um desafio, desta vez enviado pelo parceiro de carteado Bruno Ghunter, do Rio de Janeiro.

“Tá aí faz um post sobre os 200kk de apps da Apple Store. Que em sua grande maioria são inúteis ou repetidos.”

Não gostaria de ficar aqui falando só da Apple Store, que é um assunto limitado, então vamos aumentar um pouco essa discussão e falar sobre a Apple como um todo. A quantidade de aplicativos da Apple Store na verdade é uma grande vantagem da plataforma, e não vejo o fato de existirem aplicações repetidas um problema, uma vez que você pode preferir a interface (telinha) do programa fulano, ou o melhor desempenho do aplicativo beltrano, e ambos realizarem exatamente a mesma tarefa.

O problema da Maça é o preço.

A Companhia dos Steves (Jobs e Wozniak) nasceu em 1976 sob o nome de Apple Computers na Califórnia. Desde o inicio, os sócios queriam marcar presença no mercado de tecnologia com uma visão diferenciada de seus competidores, que prezavam os nerds e o mercado corporativo. Jobs e seu parceiro queriam um computador para seres humanos normais. Ao contrário do que a maioria imagina a primeira interface gráfica de acesso a um computador não é da Microsoft, e sim da Apple, com a sua Apple Lisa em 1983, o primeiro computador a usar interface gráfica e mouse. Capaz de multitarefa não-preemptiva e equipado com poderosos 1MB (1024KB) de memória RAM, em uma época que Bill Gates afirmava que 640k era o suficiente para qualquer tarefa computacional. A Lisa foi um fracasso retumbante no mercado, afinal, pra que seres humanos normais iam querer um computador que não faz merda nenhuma? Jobs aprendeu com esse e alguns outros erros.

Em 1990, uma revolução chamada Word Wide Web (WWW) veio salvar o visionário Jobs e os seus acionistas. Com ela, foi criada o que os mortais chamam de internet hoje em dia, e devido à proliferação da pornografia na rede, agora sim os seres humanos normais tinham um motivo para querer um computador. Bill Gates, sempre um aproveitador, meteu a Microsoft nesse meio com seu Windows e Jobs ainda se recuperava dos diversos fracassos visionários em que tinha se metido (Apple III, Apple Lisa e Apple Newton). Correndo por fora, tínhamos ainda as diversas distribuições de Linux rodando por ai. Como o Linux em geral era um negócio incompreensível para quem tivesse menos de 120 de QI, e com Jobs totalmente descapitalizado e sem moral, nosso amigo Bill comeu o cú do visionário Jobs que entrou cedo demais nesse negócio. Com seu sistema simples e facilmente pirateavel, Gates roubou mais uma idéia e venceu Jobs em seu próprio terreno, e é por isso que usamos essa merda de Windows 7 hoje em dia.

Com o povão sob domínio da Microsoft, Jobs não teve alternativa e elitizou a qualidade.

Todo mundo que tem a coragem de pagar R$ 3.500,00 por um Dual Core 2 com uma maça desenhada na carcaça adora o tal Mac OS X. Não possuo o Mac, pois meu poder aquisitivo não permite, mas diversos amigos meus possuem (to parecendo o Silvio Santos) e não trocam aquilo por nada. Eu mesmo quando vou namorar tecnologia na Fast não deixo de dar uma manuseada nos MacBooks tão bonitinhos e usáveis, mas quando eu olho o preço, me lembro que posso comprar no Edifício Central um Quad Core por R$ 900,00 e instalar um Ubuntu de graça para fazer exatamente as mesmas coisas.

A Microsoft vem fazendo merda atrás de merda e a tendência é a Apple ir ganhando mercado, e com isso baratear seus obviamente melhores produtos. O Mercado de browsers, mesmo com toda a parafernália monopolista da Microsoft já está quase perdido.

A verdade é que eu adoro o meu Ipod, mas eu só comprei porque arrumei um usado baratinho.

Anúncios

Sobre tremyen

Sou um milhonário exótico que curte falar besteiras pela internet.

Publicado em 13/04/2010, em Desafie o Manel, Tecnologia, Tudão e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Manel, eu uso Linux e Mac. Vamos lá:

    Apple é muito bom para quem não quer gastar tempo compilando 20.000 pacotes ou ficar aguardando drivers proprietários das grandes empresas, como a ATI.
    Um exemplo meu: Por volta de Outubro, quando saiu o Ubuntu 9.10 o sistema de audio foi alterado para o Pulse e com isso o Skype para Linux não tem mais som. Péssimo para mim, que gravo Podcasts. Então, removi o Pulse e instalei o ALSA, ótimo, tenho som no Skype… mas e o resto do sistema? Ficou ferrado. Daí, fui pro site do Fedora e vi que eles também usam Pulse hoje em dia. Então desisti de ambos e fui para o velho guerreiro Slackware e fiz uma instalação personalizada, usando ALSA e compilando os pacotes que eu queria. Entretanto, o Kernel era uma bomba e eu teria que compilar alguns módulos pro meu wi-fi, hd SATA, placa ATI, etc e tal. Nada demais, mas que me consumiu um bocado de tempo. No fim das contas, gastei mais de um fim de semana para deixar meu Toshiba funcional no Linux para me servir como eu queria. Aí, um tempinho depois comprei um Macbook e bastou ligá-lo que tudo funcionava! Sim, nada de baixar 50.000 atualizações, recompilar Kernel, mudar arquitetura de audio e etc. Tudo funcionando e o melhor: Eu vejo o que as coisas acontecem na minha máquina! O OS X é baseado no Darwin e conseqüentemente tem SH, Bash, Perl e mais um monte de coisas que eu simplesmnte não dispenso mais (por isso que não conheço mais o Windows. Vista? Seven? O que são essas coisas?)

    Mas agora, dizer que o Linux faz tudo que o OS X faz, é equivocado. A Apple ganha nos pequenos detalhes, como por exemplo a saída de ar quente ser embaixo da tela, ou seja, não precisa ter aqueles apoios com coolers para notebooks. Ou simplesmente pelo fato de pensar sempre no usuário final. O Ubuntu tenta fazer tudo que a Apple faz no OS X, mas geralmente não consegue acompanhar o ritmo.

    []’s

  2. E depois desse bla bla bla todo, só posso comprovar o que eu escrevi: se você quiser um negócio obviamente melhor, vc tem que pagar (e caro) por ele! É simples assim.

  3. Blá blá blá? Tá doidão? OS X é foda demais. Uma parada que lembrei: Meu microfone externo (profissional) demorei mais de 5 horas para calibrar no Windows XP (Skypesó tinha som nele) e não chegou perto do embutido que vem no macbook. Basta escutar o último Neurose para você entender o que disse.

  4. Cara, vc não entendeu! Eu tb acho o OS X muito foda, inclusive tô procurando os tais Hackintosh’s pra ver se vale a pena. O Problema é só um: o preço!!! 😎

  5. Então galera, será que é tão mais caro assim ?

    Lembro que o primeiro PC que comprei com meu dinheiro custou cerca R$2000, a preços da época, 10 anos atrás. Depois de alguns anos fazendo upgrades, passei para um Dell (só a torre) pelo mesmo preço, uns R$2300, à uns 4 anos atrás. Ano passado comprei um Netbook basicão da Dell por R$1200.

    Hoje tô vendo macbook vendendo a partir de R$2600,00 e o shoptime tá anunciando um macmini (só o gabinete) por R$2000, o preço que paguei no Dell à 4 anos.

    Só pra resumir, na americanas.com, o Notebook HP mais barato tá custando R$1600, ou seja R$1100 a menos que o macbook mais barato. Pagaria esse dinheiro pra não perder meu fds configurando o computador ? Sem dúvida !

    Só não me animei de comprar porque ainda não sei como rola o esquema de software do mac, tipo se vou ter que virar sócio da applestore para ter os programas que me interessam.

    • Vamos botar na ponta do lapis?

      Um Mac Mini Core 2 Duo meia boca (160 de hd é foda, né?) e sem monitor: R$1999,00

      http://store.apple.com/br/browse/home/shop_mac/family/mac_mini?mco=MTY5NjUyNjc

      Um Micro CPU Quad Core Q8300 GIGABYTE/2/320/18.5 GIGABYTE, 2GB, DVDRW, HD 320GB, Monitor LCD 18.5 e etc, com garantia de 5 anos : R$ 1240,00

      http://www.boadica.com.br/pesquisa/pc/precos?ClasseProdutoX=1&CodCategoriaX=1&XF=2169&XT=5&curpage=2&ord=P&preco_max=&preco_min=

      Diferença considerando o Hardware (monitor incluido, mais processador, mais HD, mais tudo) : R$ 1.309,00

      Veredito: Um Mac custa o dobro.

      Mas calma, e o software? No Ruindows a pirataria impera, no Linux é tudo de graça, e no Leopard? Topa pagar R$1000,00 no Office for Mac 2008?

      Quebrou seu mouse? Um MagicMouse custa só R$ 229,00! Topa?

      Pensem bem galera. E se vocês tem grana, sejam felizes!!! 😎

    • Dimi,

      Não precisa ser sócio da AppleStore. Se você quiser um software da Apple, basta comprar em qualquer loja. A diferença? È bem mais barato que um MS. Por exemplo, a atualização do XP pro Vista, era praticamente um Windows novo. Já na Apple, do Leopard (OS X antigo) para o Snow Leopard (OS X atual), custa apenas R$ 79,00.

      E a grande maioria das atualizações você baixa pelo iTunes, de graça. E tudo que você faz que vai rolar débito no cartão (download de músicas, apps e etc), é confirmado algumas vezes (chega até a ser chato).

      Na moral, se você não quer dor de cabeça e quer qualidade e é claro pode pagar, vá de apple. Eu tenho um Macbook simples, hiper-funcional. Quando sento no meu desktop (Fedora 10) ou no trabalho (Ubuntu 9.10 ou Fedora 12), eu até me perco com a tosqueira que eles são com suas GUIs mal-feita e pouco intuitivas. E veja bem, ambos são excelentes, nada mais nada menos que os dois melhores Linux que existem para desktop hoje em dia. Windows? Na boa, parei de usá-lo na era XP e não sinto falta de nada. A única coisa que me fazia mantê-lo em dual-boot era o Skype e Civ2 (que eu posso jogar na versão Freeciv do Linux o Revolution da Apple).

      E a grande vantagem é: Um sistema intuitivo, super simples e funcional que me permite enxergar o que está acontecendo no computador. Eu tenho SH, Bash e outras coisitas do UNIX que não vivo mais sem. Resumindo: O OS X é tudo que os Linux querem ser e não conseguem justamente por 500.000 pessoas atualizarem seus repositórios, pacotes e falta de testes. Coisa que apenas uma empresa que tenha como foco este sistema possa fazer. A Novell tenta isso com o OpenSUSE, a Red Hat tentou com o Fedora Core (que virou apenas Fedora depois que ela desistiu). Mas ambas falharam, pois não focam no OS dos nerds.

  6. Magic Mouse é caro. Mas é MUITO bom. Digo por ter um e ser feliz com ele. ah, o meu veio de graça, bastei pechinchar um desconto quando troquei meu Macbook. É a mesma coisa. Num Apple, qualquer mouse USB funciona. Você compra se quiser o Magic Mouse, ele é um a mais apenas, assim como os mouses de 200 dólares que andam por aí, para joguinhos.

    Quem paga pelo Office for Mac é louco. O iLife e o iWork vem de GRAÇA se você é estudante, basta marcar no formulário no ato da compra. Sem contar que, se você é sério e não curte pirataria, além dos R$ 2.300 pagos no PC, irá gastar mais uns R$2.000 de Windows, Office e AV. Sem contar nos softwares.

    Realmente, no Linux tudo é de graça (ou quase). Mas convenhamos, os drivers são um lixo. O Linux ainda precisa comer muito feijão com arroz para alcançar o gosto do povão. Windows? Tá lá pelo monopólio do tio Bill. Mas tenho que tirar o chapéu, a MS com um sistema instável, vulnerável demais e precisando de muita manutenção é o campeão de mercado. A Apple vem atrás, sem necessidade de AV, AS, mil service packs e afins. O Linux é um sonho, que só vai alcançar o objetivo quando algum milionário se dedicar full time a ele… Opa, pera aí, já tem o Shuttlesbrubles da Canonical. É… talvez tenha que ser uma corporação… Opa, já tem também a Novell. O que falta então? Mercado.

    Mas enfim, se você caga e anda para licenças na sua casa ou empresa; curte instalar 20.000 service packs, ter um AV e AS atualizados de hora em hora, vá de MS. Se você quer simplicidade (entre aspas) e quer ganhar tempo, Apple. Agora, se você sabe como usar de verdade um Linux, opte pelo Linux.

    E para fechar: Por muitos anos eu usei apenas Linux e era feliz. Mas nestes anos, eu tinha tempo de sobra para deixar meus computadores funcionando como eu queria. Aí eu pergunto: Quanto custa a minha hora como profissional de TI? Pois é rapaz, o Apple é muito mais barato na ponta do lápis. E outro ponto que o Linux vem me irritando e me fez comprar um Apple é que tem muita gente desenvolvendo mas pouca gente testando. A cada nova versão que sai de uma distro, mais da metade dos pacotes estão em fase Beta. Sem contar alguns que ainda são Alpha! Convenhamos né? Se eu tiver que fazer um LFS a cada novo computador, prefiro pagar mais uns 500, 600 paus e comprar um apple. Tiro da caixa, ligo, digito minha Mac Account e voilá, em cinco minutos (considerando que assisti a introdução de 3 minutos em video), teho meu novo desktop funcional.

  7. E eu que achava que vc era ainda usava MSX…

    Meu próximo notebook sera um macbook pro. Esse dell que eu uso agora é muito frágil. 1,5 ano de uso e está cheio de rachaduras. O conceito de unibody deles é fantástico.

  8. Hah! Meu Macbook ficou ligado em satndby a noite inteira, pois esqueci de desligá-lo. De manhã, eu ainda tinha um resquício de bateria. Faz isso com um Dell/HP/Xing-Ling! #ChupaLocaweb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: