O Guia definitivo da Pornô Chanchada parte 3.


Melhores Obras – Continuação

  • 9 – Fuscão Preto (1982): Dirigido por Jeremias Moreira Filho e escrito (ou seria defecado?) por Chico de Assis, este raríssimo filme é estrelado por ninguém menos que a rainha dos baixinhos, Xuxa Meneguel, que é figurinha fácil das pornôs chanchadas (vocês verão o nome dela ainda nessa lista). O elenco é absurdamente pobre e a trama do filme beira o surreal, afinal é baseada em um misto da música homônima de Almir Rogério com o clássico da Disney “E se meu fusca falasse”.  Este filme fala do amor de um carro Volkswagen (?!?!) por Diana (Xuxa Meneguel). O ambiente é uma típica cidade do interior, onde o prefeito está empenhado em persuadir Lucena (Dionísio Azevedo) a substituir sua criação de cavalos por uma plantação de cana de açúcar. Para isso, força o casamento de seu filho com Diana, filha de Lucena. O fuscão preto (?!?!?!) tenta impedir esse casamento e Marcelo (Denis Derkian) busca uma forma de vencer o fuscão, seu rival, tentando domar (?!?!?!) o automóvel. O Fuscão Preto cria um clima de medo e curiosidade e a estória possui o final mais bizarro e surrealista do cinema nacional: a bisonha cena de sexo entre Xuxa e o FUSCÃO (não, eu não estou de sacanagem, é sério). Este filme é absolutamente imperdível.

  • 8 – A Dama do lotação (1978): Talvez a melhor adaptação da obra de Nelson Rodrigues para o cinema. Dirigido por Neville de Almeida (grande diretor brasileiro) esse filme possui um dos melhores elencos da época, contando com Sonia Braga, Nuno Leal Maia, Jorge Dória, o fantástico Paulo César Peréio e Claudio Marzo entre outros. Esse filme é sobre uma filha da puta chamada Solange (Sônia Braga) que tem um namoro só de beijinho e abraço durante anos com Carlos (Nuno Leal Maia), Carlos desesperado por sexo se casa com Solange sem fazer o “test drive” e Solange se recusa a dar pra ele na noite de núpcias. Carlos fica puto e estupra Solange pra ver seus direitos conjugais respeitados e Solange desenvolve nojo pelo marido, não permitindo mais que ele a toque. Mas Solange já havia sido iniciada no maravilhoso mundo do sexo, e então para resolver seus problemas sexuais começa a dar pra desconhecidos, selecionados no ônibus coletivo (daí o titulo do filme). Solange é tão filha da puta que dá inclusive para o melhor amigo de Carlos e para o próprio sogro (Jorge Dória).

  • 7 – Os Sete Gatinhos (1980): Mais um filme dirigido por Neville de Almeida e livremente adaptado da obra de Nelson Rodrigues por Gilberto Loureiro. É difícil de descobrir se o filme é um drama ou uma comédia.  Nove em cada dez brasileiros viram esse clássico do cinema brasileiro em algum momento de sua vida.  Indicado para o kikito de ouro de melhor filme e vencedor do kikito de ouro de melhor atriz coadjuvante para Telma Reston, este filme conta com um dos melhores e mais inspirados elencos do cinema nacional, entre eles Antônio Fagundes, Lima Duarte, Telma Reston, Ary Fontoura, Claudio Corrêa e Castro, Sadi Cabral e Regina Casé. Noronha (magistralmente interpretado por Lima Duarte) é um frustrado funcionário de uma repartição pública, que se sente humilhado por sua condição de continuo nessa repartição. Pai de quatro filhas, Noronha tolera que suas três filhas mais velhas (entre elas Regina Casé dando um banho de representação) se prostituam para que sua filha mais nova, Cilene (Cristina Aché), tenha a melhor educação possível e possa montar o enxoval perfeito para seu casamento. O problema é que o gostosão Bibelô (Antonio Fagundes) quer curtir uma de pedófilo e tira o cabaçinho de Cilene. Totalmente despreparada e abandonada por Bibelô, Cilene acaba expulsa de seu internato após matar uma gatinha prenha a pauladas, sendo devolvida para a desestruturada família pelo diretor do colégio (Ary Fontoura) em uma das cenas mais engraçadas do filme, que imortalizou a frase -“Tem leite aí?”. A partir desse momento, Gorda (Telma Reston no melhor papel de sua carreira), a esposa de Noronha, tem uma verdadeira catarse e toma conta do filme, revela todos os segredos sórdidos e transforma essa família em uma sarjeta humana. 
Anúncios

Sobre tremyen

Sou um milhonário exótico que curte falar besteiras pela internet.

Publicado em 08/03/2010, em Cinema, Pornô Chanchada, Tudão e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: